quarta-feira, 21 de abril de 2010

Escrito Nas Estrelas – Plano Espiritual 19/04

Alguns comentários sobre o capítulo do dia 19/04, Daniel consegue se comunicar com a médium quando Seth os interrompe dizendo que Daniel é chamado.

Antes de falar sobre o acontecido no mundo espiritual queria comentar algo, muitos tem criticado o fato de uma mulher que aparentemente mistificava fenômenos mediúnicos de uma hora para outra recebe as comunicações de Daniel. Conforme  nos esclarece a questão 226 do O Livro dos Médiuns, a faculdade mediúnica é muitas vezes concedida a pessoas que nos parecem ser  indignas pelo simples fato de que são elas as que mais necessitam desta faculdade para se melhorarem e progredirem.

A mediunidade não é uma faculdade dada aos bons espírito, mas é em sua maioria um instrumento útil ao progresso do médium. Neste sentido é completamente compreensível o ocorrido.

Indo agora ao mundo espiritual onde está Daniel conversando com Athael (Carlos Vereza) e Seth seu anjo guardião.

Athael lhe fala entre outras coisas que ele deve se acalmar para poder compreender porque desencarnou tão jovem, que a escolha, no caso de características da morte, é feita antes do nascimento  e para ele deixa na Terra o que é da Terra.

Esta instruções vão de acordo com a doutrina espírita e demonstram que Daniel ainda está passando pela perturbação, ainda está apegado demais a sua vida física, desejando continuá-la de alguma forma.

Athael fala também que devemos aceitar tudo o que nos é destinado e nos conformar, sendo a única maneira de ter paz e evoluir. A doutrina espírita não nos orienta neste sentido, não estamos aqui apenas para passar por algo que achamos ser destinado, tudo pode ser mudado, a não ser os fenômenos naturais dos quais o homem não tem controle.

A resignação é ter paciência com os sofrimentos enquanto que conformar-se é se acomodar a eles. Resignar-se é compreender mas também procurar aprender com a experiência e mudá-la se houver possibilidade.

O verdadeiro escorregão foi dado pelo Seth ao dizer que os Anjos não podem interferir no livre arbítrio dos humanos. Nos indicando dois seres distintos, este conceito não se afina à doutrina espírita que nos esclarece que os anjos são humanos evoluídos, apenas isto. E no final reforça agora através da imagem, quando olham o pôr do sol, a hora dos anjos, há uma sutileza na cena, onde os humanos permanecem na Terra e os anjos voando no espaço.

Esta história do pôr-do-sol eu vi no filme City of Angels, que mostrava que nesta hora os anjos se reuniam para  ouvir a música que tocava quando o sol se deitava no mar.

Bjs

ClaudiaC.

21/04/2010

Um comentário:

waldir disse...

Claudy e Amigos,

Quando Athael diz que se deve aceitar o que foi destinado e se conformar e que é a única maneira de ter paz e evoluir. * No meu entendimento está correta a fala e o pensamento, por que o que não há remédio, remediado está. As ações daquele espírito continuam e por algum motivo passaram por aquele evento, por aquele desencarne. A não aceitação provocará um desgaste e desequilíbrio com efeitos colaterais danosos.

O outro ponto sobre o anjo Seth está correto no meu entendimento. Seth é um espírito protetor e como tal não deve interferir nas ações de escolha e aprendizado do protegido. Poderá no máximo ‘cornetear’ dentro da mente do mala sem alça para que acorde e tome tento. Bla bla bla de ser um Anjo é papel celofane colorido da novela que há melhor aceitação do que falar que é um espírito proteor, um amparador, um conselheiro espiritual etc.

waldir

Leia também:

Related Posts with Thumbnails